Símbolo Medicina de Emergência

Símbolo Medicina de Emergência

Símbolo da Residência de Medicina de Emergência

A Residência de Medicina de Emergência do HCFMUSP tornou-se uma realidade com o processo seletivo da primeira turma de Residentes no final de 2016.

Para o símbolo da Residência o Prof. Dr. Irineu Tadeu Velasco recorreu às origens dos símbolos da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, que foi restaurado durante o período do Prof. Dr. Irineu Tadeu Velasco na Diretoria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Em 1916 foi confeccionado um estandarte representando a FMUSP com a figura de Higéia dominando a composição. Higéia, deusa da Saúde, é uma das filhas do deus da Medicina e da deusa da Cura, Asclépio e Epione, respectivamente. O novo símbolo presta homenagem ao centenário da elaboração do estandarte. O novo símbolo da Residência remete ao estandarte com a Higéia como elemento dominante, ao símbolo da Disciplina de Emergências Clínicas e à Estrela da Vida.

A Estrela da Vida representa o Atendimento Emergencial. Foi confeccionada em 1973 pela Divisão de Serviços de Medicina de Emergência da Administração de Segurança do Tráfego em Rodovias Americanas. Cada um dos seus braços tem um significado, que listados são detecção, divulgação, resposta, cuidado em cena, cuidado no transporte e cuidado definitivo.

A especialidade de Emergência é nova em nosso país e como toda novidade enfrenta dificuldades e adaptações frente aos serviços de saúde e às outras especialidades. A especialidade é fundamental no Pronto Socorro, pois a emergência não se define por um órgão ou sistema, mas sim por um momento crítico na vida do paciente. Esperamos que o símbolo contribua com a identidade da especialidade.